WEB RÁDIO ALTERNATIVA

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Convenções para escolha dos candidatos a presidente iniciam na sexta

Ainda com o cenário das coligações indefinido, os partidos políticos iniciam nesta sexta-feira, 20, as convenções nacionais que vão decidir os candidatos à Presidência da República, nas eleições de outubro. Os nomes dos candidatos a presidente e a vice têm que ser aprovados nas convenções até 5 de agosto e registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 15 de agosto.
Neste momento, há 18 pré-candidatos, mas esse número já foi superior a 20 – alguns desistiram no meio do caminho, outros foram barrados pelos partidos políticos. O total de candidatos poderá ser menor, já que alguns partidos, como o DEM, o SD e o PCdoB, estão sendo provocados a desistir da candidatura própria para apoiar chapas mais competitivas.
O quadro de indefinição, segundo o cientista político Leonardo Barreto, se deve a fatores diversos, começando pelo fato de o Palácio do Planalto não estar influenciando o processo eleitoral. “Quando o Executivo está forte, tentando a reeleição ou fazer o sucessor, a tendência é que a coligação governista seja reproduzida, a oposição se organize e até surja a terceira via. Neste ano, o governo não tem um candidato forte nem colocou peso no candidato da oposição. Isso levou à pulverização de candidaturas”, argumentou.
Neste cenário com vários candidatos, avaliou Barreto, até agora nenhum nome empolgou nem se apresentou como favorito, o que cria dificuldades para os partidos se posicionarem, pois todos querem apostar em alguém com chances de vitória. Além disso, os partidos querem ter claro o papel que exercerão no futuro governo. “Todos esses fatores levam ao quadro de barata voa nas convenções”, afirmou.

Articulações

Três partidos – PDT, PSC e PCB – têm reuniões marcadas para esta quinta-feira. Em Brasília, os convencionais do PDT e do PSC vão decidir se confirmam as candidaturas de Ciro Gomes e Paulo Rabello de Castro, respectivamente. Ciro e Rabello ainda não têm nomes para vice. O PCB se reunirá no Rio de Janeiro, mas não terá candidato próprio na eleição presidencial de outubro.
Amanhã, será o dia de PSOL, PMN e Avante realizarem suas convenções. PMN e Avante tendem a não ter candidaturas próprias, enquanto o PSOL deve confirmar a chapa Guilherme Boulos e Sônia Guajajara. Domingo (22), o PSL se reúne no Rio de Janeiro para debater a candidatura do deputado Jair Bolsonaro, as alianças possíveis e o nome do vice.
Conforme Barreto, a partir das convenções, as articulações políticas para formação das alianças nacionais deverão se afunilar, com vantagem para os maiores partidos que têm “mais meios de troca”. Ou seja, as negociações vão levar em conta o tempo de televisão que pode ser agregado nas disputas estaduais, os recursos para finaciamento das campanhas, as bancadas de deputados federais e estaduais e o total de prefeitos, que são cabos eleitorais decisivos nas eleições.

Fonte: Agência Brasil
Foto: TSE


Pagamento da primeira parcela do 13º de aposentados começa em agosto

Aposentados e pensionistas começarão a receber, a partir de agosto, a antecipação da primeira parcela do 13º salário. De acordo com a Secretaria de Previdência, o depósito será realizado junto com a folha mensal de pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, conforme a Tabela de Pagamentos de Benefícios 2018.
A estimativa é que essa antecipação chegue a R$ 20,6 bilhões nos meses de agosto e setembro. Cerca de 30 milhões de beneficiários terão direito à primeira parcela do abono anual, que corresponde a metade do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.
Não haverá desconto de Imposto de Renda nessa primeira parcela, que será cobrado apenas em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela.
Tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual.

Por Andreia Verdélio 
Fonte: Agência Brasil 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Inscrições para Fies começam na segunda-feira (16)

Em caso de pré-seleção, o aluno deve complementar informações da inscrição e fechar o contrato de financiamento entre os dias 27 e 31 de julho

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies, começam no próximo dia 16 e encerram-se no dia 22 de julho. Quem tiver interesse em se inscrever deve acessar o site fiesselecao.mec.gov.br.Além da comprovação da renda, o candidato deve ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos e nota maior que zero na redação. Sem contar que, durante o curso, o aluno deve ter rendimento para ser aprovado em todas as matérias.
Este Novo Fies tem três modalidades: a primeira é direcionada para estudantes que tenham renda familiar mensal de até três salários mínimos, onde o financiamento é feito diretamente pelo governo, com juro zero. Antes das mudanças, essa taxa de juros era de 6,5% ao ano.
As outras duas modalidades, chamadas de Programa de Financiamento Estudantil, o P-Fies, são voltadas para quem tem renda per capita mensal entre três e cinco salários mínimos. No caso, este financiamento é oferecido pelas instituições financeiras e como elas recebem recursos públicos, elas são capazes de ofertar um valor mais barato que o mercado, porém é mais caro que o da modalidade um.
Outro ponto importante é que o Fies, agora, tem modalidades específicas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Quem mora nesses locais vai ter o curso financiado com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Para quem mora em outras regiões do país, o financiamento vai ser realizado com recursos do BNDES.
Em caso de pré-seleção, o aluno deve complementar informações da inscrição e fechar o contrato de financiamento entre os dias 27 e 31 de julho. Depois disso, o estudante tem cinco dias para as comprovar informações junto à comissão responsável pela validação dos dados informados.

Por Cintia Moreira
Fonte: Agência do Rádio

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Câmara aprova isenção de energia para famílias de baixa renda

Medida entrou no projeto que permite venda de seis empresas elétricas

O plenário da Câmara aprovou, nesta noite (10), a gratuidade de energia para famílias de baixa renda com o consumo mensal de até 70 quilowatts-hora (kWh) por mês. A medida foi aprovada por meio de emenda ao texto do projeto de lei que viabiliza a privatização de seis distribuidoras de energia elétrica da Eletrobras na Região Norte.
Atualmente, a tarifa social de energia estabelece descontos ao consumidor de baixa renda cadastrado no valor de 65% no consumo registrado de até 30 kWh/mês; de 40% na faixa de 31 kWh até 100 kWh/mês; e de 10% na faixa de 101 kWh até 220 kWh/mês. A isenção no pagamento, atualmente, atinge apenas índios e quilombolas.

Pequenas centrais

Outra emenda aprovada permite às pequenas centrais hidrelétricas com pelo menos uma unidade geradora (turbina) em funcionamento terem seu prazo de autorização contado a partir da operação comercial dessa unidade, exceto as que tiverem penalidade pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) quanto ao cronograma de implantação.
Após a aprovação da matéria, o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), questionou a origem dos recursos orçamentários para custear a isenção de pagamento da energia elétrica às famílias de baixa renda. “Eu preciso que alguém me informe qual o impacto no Orçamento do governo. Se alguém deixar de pagar a conta, outra pessoa vai pagar”, perguntou Maia.
O relator da proposta, deputado Júlio Lopes (PP-RJ), argumentou que a medida não geraria impacto porque o trecho já tinha sido negociada com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) durante a discussão da Medida Provisória 814/17, que perdeu a vigência antes de ser votada pelo Congresso.

Distribuidoras

Deputados concluíram na sessão de hoje a análise dos destaques que ficaram pendentes na semana passada. As seis distribuidoras que poderão ser colocadas à venda são: Amazonas Energia, Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron); Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre); Companhia Energética de Alagoas (Ceal); Companhia de Energia do Piauí (Cepisa); e Boa Vista Energia, que atende a Roraima.
Em maio, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou por unanimidade a publicação do edital de privatização dessas seis distribuidoras de energia elétrica.

Por Heloisa Cristaldo 
Fonte: Agência Brasil 

 

Em busca de vaga na final, Inglaterra e Croácia se enfrentam nesta quarta-feira (11)

Ingleses vão à terceira semi, enquanto croatas chegam pela segunda vez nesta etapa da competição

 Chegou a hora de definir quem é o segundo classificado para a final da Copa do Mundo na Rússia. Inglaterra e Croácia entram em campo nesta quarta-feira (11) para disputar um lugar na final, que acontece no domingo (15), em Moscou. E o embate será marcado pelos contrapontos de países e suas seleções.De um lado teremos a Inglaterra, país responsável pela invenção do futebol chegando na terceira semifinal de Copa do Mundo de sua história. Com um time veloz, liderado pelo goleador Harry Kane, artilheiro da Copa até agora com seis gols marcados, os britânicos retornam a esta etapa do campeonato depois de um longo período. Para se ter uma ideia, a última semifinal foi em 1990. O bicampeonato quebraria o jejum que se mantém desde 1966, quando ganhou pela única vez o título mundial.
Do outro lado, no entanto, está o experiente time da Croácia. O país dos Balcãs teve sua independência em 1991, um ano após a última semi dos ingleses. No entanto, apesar da pouca idade, os croatas estão apenas a uma semifinal atrás dos ingleses.
Isso porque em 1998, na estreia do país em Copas do Mundo, eles chegaram até as semifinais, caindo pros franceses. O atual plantel croata tem uma média de idade de 30 anos, e tem como capitão o camisa 10 Luka Modric, meia do Real Madrid que tem feito a diferença em campo.
Nenhuma das duas equipes figurava entre as principais apostas no início do campeonato. Mas com o bom desempenho coletivo da Croácia, que fez um partida impecável contra a Argentina na fase de grupos, e o momento excepcional de Harry Kane no ataque inglês, levaram as duas a sonharem com a taça.
A partida deve ser equilibrada. O time inglês deve chegar mais descansado, já conseguiu derrotar os suecos no tempo normal, enquanto a Croácia foi à segunda disputa de pênaltis consecutiva.
As duas seleções definem a vaga em Moscou, palco da final, às três da tarde, horário de Brasília.

Por Raphael Costa
Fonte: Agência do Rádio

sábado, 7 de julho de 2018

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27,5 milhões neste sábado

A Mega-Sena acumulou e pode pagar hoje (7) o prêmio de R$ 27,5 milhões a quem acertar os seis números. O concurso 2.057 é o último da Mega-Semana de Férias e será sorteado, a partir das 20h (horário de Brasília), no Rio Grande (RS), onde está o Caminhão da Sorte da Caixa.
O montante aplicado em poupança rende aproximadamente R$ 102 mil por mês.
A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) em qualquer lotérica do país. Clientes com acesso ao Internet Banking CAIXA podem fazer suas apostas na Mega-Sena pelo computador pessoal, tablet ou smartphone.

Fonte: Agência Brasil

Órgãos e entidades de trânsito já podem aceitar CNH Digital em todo o país

O documento poderá ser usado pelos motoristas em todo o Brasil; basta apresentar a tela do celular sempre que solicitado

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito, o Denatran, a partir deste mês de julho os órgãos e entidades de trânsito de todo o país já podem aceitar Carteira Nacional de Habilitação Digital.
O critério para emissão desta CNH Digital é que a habilitação esteja na validade, tenha o QR-Code, que é o código de barras que pode ser escaneado por celulares equipados com câmera, e que não tenham bloqueios, como suspensão, por exemplo.
Se o documento estiver vencido, o motorista tem que renová-lo para pedir a versão digital. Caso ele não tenha ainda a versão com o QR-Code, é preciso solicitar uma segunda via. O diretor do Denatran, Maurício Alves, dá mais detalhes do que o motorista precisa fazer para conseguir essa CNH Digital.
“Primeiro ele tem que ter a CNH física com um QR-Code atrás. Ele pode fazer a solicitação diretamente pelo seu celular ou então pelo seu computador, se ele tiver um identificador digital. Se ele não tiver, ele se dirige juntamente aos Detrans, aos postos de atendimento dos Detrans do seu estado. Todos já aderiram efetivamente e já estão emitindo o documento digital.”
A CNH Digital irá evitar problemas como perda e danificação, como por exemplo, esquecer na calça e colocar para lavar, e deve permitir que, no futuro, sirva como um documento autenticado.
Caso o celular do usuário for roubado, basta fazer o bloqueio da CNH Digital no Portal de Serviços do Denatran. Apesar que, mesmo sem o bloqueio, quem pegou o celular não vai conseguir acessar a CNH Digital, pois o aplicativo só mostra o documento se o motorista digitar a senha de quatro números que foi criada.

Por Cintia Moreira
Fonte: Agência do Rádio

 

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Conta de luz continuará com bandeira vermelha patamar 2 em julho

O custo extra será de R$ 5 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos

Neste mês de julho, as contas de luz continuarão com a bandeira vermelha no patamar 2, o que vai acarretar em uma cobrança extra de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.
Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, a manutenção desta tarifa extra foi por conta das condições hidrológicas desfavoráveis e pela redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional.
Mas para o especialista em energia e professor da Universidade Federal Fluminense, Renato Queiroz, este modelo atual do setor elétrico precisa ser discutido e encarado com um problema no país.
“Não é somente São Pedro o culpado disso! Então eu acho o seguinte: o modelo do setor elétrico tem problemas que tem que ser encarados. O consumidor está pagando uma energia caríssima, nós temos uma das energias mais caras do mundo e ainda tem o imposto, que é uma taxa a mais. Aí tem a justificativa: ‘ah, porque não choveu, vou gerar mais térmicas... a térmica é mais caro’, mas vamos tentar discutir por que isto acontece? Não estão discutindo nesse governo, no governo passado... não estão discutindo. Então esta é a situação.”
De acordo com Renato Queiroz, soluções precisam ser apresentadas, mas enquanto isto não ocorre, o consumidor pode economizar energia, tentando tomar banhos mais curtos e em temperatura morna ou fria.
Caso a pessoa tenha ar condicionado, é preciso tomar alguns cuidados. Por exemplo, quando o aparelho for usado, evite deixar portas e janelas abertas, além de manter seu filtro limpo.
A Aneel sugere, ainda, que o consumidor só deixe a porta da geladeira aberta apenas o tempo que for necessário, e que nunca se coloque alimentos quentes em seu interior.
Uma outra dica é juntar roupas para serem passadas de uma só vez, e que não se deixe o ferro de passar ligado por muito tempo. E o principal, se não estiver no cômodo, apague a luz e durante longos períodos de ausência, deixe seus aparelhos em stand-by e retire-os da tomada.

Por Cintia Moreira
Fonte: Agência do Rádio

 

 

Petrobras é condenada a pagar quase R$ 2,5 bilhões a empresa americana

Valor não deve interferir nos preços dos combustíveis, acredita especialista


A Petrobras terá de pagar mais de 620 milhões de dólares, cerca de 2,5 bilhões de reais, como forma de indenização por quebra de contrato firmado com uma empresa norte americana, a Vantage Dilling International.
As duas empresas firmaram contrato de perfuração de poços em 2009. Em 2015, quando o escândalo de corrupção conhecido como petrolão veio à tona, a Petrobras encerrou o contrato com a Vantage. A empresa norte-americana entrou com processo indenizatório na Justiça alegando que a rescisão do contrato com a Petrobras foi injusta.
Para o especialista em Economia da Universidade de Brasília, Paulo Springer de Freitas, a multa bilionária não deve interferir de forma significativa nas contas da estatal.
“Dois bilhões é sempre dois bilhões e meio. A Petrobras, as despesas operacionais dela por ano, é em torno de 100 bilhões de reais. Então, isso vai ser uma despesa extra que a empresa não estava programando. Mas, em termos da magnitude da Petrobras, eu não acredito que seja algo relevante assim. Atrapalha, mas não é uma coisa que uma empresa, como a Petrobras, não tenha condições de suportar”.
A disputa judicial entre a Petrobras e a empresa norte-americana não estava prevista nos resultados do primeiro trimestre do ano divulgados pela estatal. A disputa jurídica era, até então, considerada pela empresa como processo judicial não provisionado, ou seja, sem resultado.
O especialista em Economia da UNB lembra que o revés sofrido pela Petrobras não deve interferir nos preços dos combustíveis, já que a empresa usa valores do mercado internacional para reajustar os preços praticados no país.
“A política atual, de seguir o preço internacional, está em um momento muito favorável. O preço internacional teve um aumento grande do petróleo, no último ano, nos últimos dois anos. Então, hoje, você tem o preço do petróleo muito acima do custo de exploração. Com esse preço, dá uma “gordura” para a Petrobras fazer frente a essas despesas inesperadas”.
Em nota publicada em seu site, a Petrobras afirma que vai recorrer da decisão nos Estados Unidos.
Em outra ação, esta por sua vez na Justiça do Trabalho aqui no Brasil, a Petrobras pode ter de desembolsar mais de 15 bilhões de reais referentes à adicionais noturnos, de periculosidade e horas extras dos trabalhadores da estatal.
A empresa queria incluir esses benefícios na base de cálculo dos salários. No entanto, o Tribunal Superior do Trabalho não permitiu.

Por Cristiano Carlos
Fonte: Agência do Rádio

 

terça-feira, 3 de julho de 2018

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 21 milhões no prêmio principal

A Mega-Sena pode pagar hoje (3) o prêmio de R$ 21 milhões a quem acertar sozinho os seis números do prêmio principal do concurso 2.055.
O concurso é o primeiro da chamada Mega-Semana de Férias, que fará sorteios na terça-feira, quinta e sábado.
O sorteio desta terça será realizado às 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte, que está na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul.
De acordo com a Caixa, se aplicado na poupança o valor do prêmio principal poderá render aproximadamente R$ 78 mil mensais.
A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) de hoje em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

Por Aécio Amado
Fonte: Agência Brasil